Bus Ride Notes
Playlist

As 38 Músicas ++ de 2019 – Por Cada Dia Outra Música BR

2019 já acabou, eu sei, mas gostaria de deixar uma pequena contribuição para o ano que passou. Foi o primeiro ano completo da página, com 365 músicas brasileiras postadas.

Então, tomei um espacinho emprestado aqui no Bus Ride Notes e tentei preparar algumas singelas listas! Não são necessariamente de melhores do ano, mas sim de trabalhos que mais escutei/acompanhei ao longo do ano, assim por dizer.

Antes tarde do que em Fevereiro, a primeira lista que você lê aqui é “As 38 músicas ++ de 2019”. A ideia era ser as 19 de 2019, mas convenhamos que 19 iria ser pouco. Então meta lista dobrada! Confira a seguir:

38) Greta – A Transe

“ter alguma fé na raça do futebol, no rainbow body total”

Começando pelo fim que na verdade não é o fim mas o começo invertido, está a música Greta – tema do post do dia 05/11/2019 – que entrega todo seu som e sua cor de maneira misteriosa e mágica.

37) Astronauta – Bomfim

“um caos sem fim”

Se começamos por um “falso fim”, aqui a Bomfim traz a faixa mais cósmica de seu EP Vazio. Música tema do post do dia 21/05/2019, Astronauta vem toda mansinha trabalhada pela solidão.

36) Tenho Raiva de Você – Dom Pepo & Marina Sena

” eu mal sei se é amor entre o gato e o cão, entre o espinho e a flor”

Nesse dueto inspirado pelo amor e ódio, a ponto de ser confundido um com o outro ou complementando o outro. Música do dia 11/11/2019.

35) Universos – Mazuli & Helton Moura

“universos para que unam seus versos”

Toda a poética de Thiago Mazuli abrangida pela banda Mazuli e com a participação de Helton Moura. Música do dia 06/11/2019, Universos procura sentido na união de letra existencial e ritmo cadenciado.

34) Cidade Movediça – Lino Teixeira

“onde a cidade me levar eu vou”

Música postada em 26/06/2019, Cidade Movediça traz a intimidade em meio a texturas e distorções que te levam onde pulsa a cidade (ou a cidade te leva).

33) Lugar Na História – Banda Tenaz & Tino

“sai do passado menino, tu não nasceu pra ficar no escuro”

Trazendo a desordem tenaz, Lugar Na História é sobre contar sobre as coisas da vida, de forma direta e visceral. Foi post lá no dia 24/06/2019.

32) Cabeça Sem Tampa – Saci Wérè & Esdras Nogueira

“uma cabeça sem tampa é do tamanho do céu”

Toda a liberdade atenta aos pensamentos dados que podem se multiplicar e multiplicar. Assim, grita, devaneia e imagina uma Cabeça Sem Tampa, música do dia 12/11/2019.

31) Jacinto – grãomestre

“coexistir, conectar, néctar, da tulipa rosa, flor mais bela do altar”

Consagrando conquistas e dilatando vivências aparece grãomestre com Jacinto, música do dia 30/05/2019. Um olhar fresco sobre amores modernos e cheio de ternura.

30- Pó de Estrela – China & Uyara Torrente

“mas sem você nada faz sentido”

Fazendo sentido ou não, somos apenas Pó de Estrela. Nesse duo porreta entre China e Uyara, traz toda a leveza de coisas inexplicáveis que podem nos encher de esperança ou então nos corroer por dentro.

29) Madalena – Besouro Mulher & Camila Cortellini

“ô Madalena, esse teu jeito de brincar com o tempo me absorveu”

Aqui o ouvinte é absorvido por toda brincadeira sonora da faixa de Besouro Mulher & Camila Cortellini. Madalena foi tema de post no dia 22/10/2019.

28) Gosto de Sol – Tangolo Mangos

“eu não tenho certeza de nada, do que pareço que sou do que sou quando digo que eu não tenho certeza de nada”

A introdução da faixa parece definir metade da população jovem na internet, inclusive eu mesmo. Isso, aliado a um ritmo definido como “xaxado árabe psicodélico”, é Gosto de Sol, música do dia 04/10/2019.

27) Medieval Digital – Sindicato dos Artistas Carentes

“me tira desse inferno, esse mundo moderno, já me parece fosco, tá muito organizado pro meu gosto”

Tema de post lá no dia 19/10/2019, a música já chama atenção pela curiosa capa do álbum. E a proposta musical, destacando Medieval Digital, mantém a atenção ainda maior.

26) NVMFDA Vol. 2 – Dan Stump & República Popular

“mas essa ideia torta só me fez perder a graça de você”

Originalmente da República Popular, NVMFDA é adotada por Dan nessa parceria maravilhosa. Só tenho a agradecer a ambos por essa nova versão estendida. Foi a música do dia 10/11/2019.

25) Deus Não Compactua – Jair Naves

“nada é mais desumano do que a disputa por poder”

Visceral e explosivo, assim é a música, o álbum e o show de Jair Naves. Entre o humano e o desumano, ser filho ou inimigo, uma hora tudo tudo estoura e sobra aquele que não tem nada a perder.

24) Você Não Me Entende (Oblíquo)- Os Últimos

“não é possível que eu seja um ser assim tão oblíquo”

Entre os ângulos geométricos em que se busca alguém, aparece Os Últimos (na verdade em meio da ‘tabela’) com a música entendível Você Não Me Entende.

23) Porcos Que Pecam – Apoema & Mattmatize

“vai pra puta que pariu, lá intolerante é rei”

Autopoética e proclamática, Porcos Que Pecam é uma pérola da banda Apoema e Mattmatize. Toda a serenidade musical transcendendo numa entoação geral.

22) Porto Azul – Iuri Guião e os Cosmonautas

“para atracar na solidão do mar azul”

Se a solidão é toda a extensão dos oceanos, restamos a nós sermos meros barquinhos? Por aí navega Iuri Guião & Os Marinheiros Cosmonautas em Porto Azul.

21) Cinza – Gregor

“saudade é quase tudo e ao mesmo tempo nada”

É difícil falar de saudade. Mas em Cinza, a banda Gregor destila todo o seu conhecimento sintetizando das mais variáveis formas o tal sentimento descabido. Música do dia 16/06/2019.

20) Falta – Ambivalente

“mas então por que ainda falta?”

Música tema do dia 16/08/2019, não tem nada em falta em Falta, de Ambivalente. A simultaneidade do nome do projeto é ponto de vista da canção, entre o vazio e o tudo.

19) Carcará – Mineiros da Lua

“me sacrifiquei por um mundo que já não me quer mais”

Uma preciosidade em meio a tantas outras presentes no álbum A Queda dos duplamente Mineiros da Lua. É sobre ser e estar – ou não ser e não estar – com direito a incidência de Zé Ramalho.

18) Um Corpo é um Corpo – MUM

“a beleza não precisa machucar, o corpo gordo é obra prima, é lar”

Não apenas uma música, mas um hino daquele que faz arrepiar. Tema de post do dia 14/08/2019, o single empunha sonoramente a campanha contra a gordofobia de mesmo nome do projeto voluntário Diálogos Culturais.

17) Corações em Fúria (Meu Querido Belchior) – Teago Oliveira

“e um cantor amigo meu disse que se tiver que ser na bala vai”

Aqui Teago entrega seus corações em fúria a Belchior e a todos os ouvintes. Cheio de referências, dentro e fora do universo Belchioriano, a homenagem ‘violenta e doce’ foi post do dia 27/10/2019.

16) Tem Certeza? – Ana Frango Elétrico

“você tem certeza?”

Você. Tem. Certeza? Perguntando assim, Ana Frango Elétrico deu o primeiro gostinho do que seria – e agora é – de seu ‘pequeno coração galinha’, que pode se dizer, estourou a estratosfera.

15) Efêmero – Monstra

“acordei, em um segundo esqueci tudo o que sonhei”

Postada na página no dia 15/08/2019, a banda Monstra externaliza sua angústia em Efêmero. Além da baladinha que nos leva, traz em seus versos belas palavras como “sencientes”.

14) Placebo – rubatosis

“e nessa avalanche de saudade me afoguei em um dois três e tu nem fez por mal, né?”

Ainda sobre belas palavras, vem a banda rubatosis com seu belo nome. Inexplicável mas ainda sim compreensível, Placebo, música do dia 10/08/2019, é uma das faixas que compõem o ousado álbum-filme Carta ao Meu Ego.

13- Sol do Samba – Supervão

“na sombra do lado avesso do mundo é tempo de paz”

Música postada no dia 02/01/2020, inaugurando a nova fase dessa singela página, Sol do Samba é uma leve síntese da Supervão. É pista, é psicodelia, é tropicalidade e tudo mais batido num liquidificador sensorial.

12) São Paulo -Terno Rei

“me perdi, acho que estou aqui, em São Paulo”

Terno Rei bateu na porta lá no início de 2019 com o álbum todo excelente Violeta. Entre todas suas faixas, São Paulo aparece aqui não perdidamente, mas talvez com um leve bairrismo inconsciente.

11) Fantasma – Florais da Terra Quente

“o teu sorriso me tirou do céu”

O coletivo Florais da Terra Quente conquistou minha atenção com os dois singles lançados em 2019. Mas Fantasma chamou aquela atençãozinha especial e foi a música do dia 13/08/2019.

10) Redoma – GAEL Remix – borsarini & GAEL

“só porque consigo eu enxergar não quer dizer que eu queira ver”

Chegando ao famigerado top 10, vem o remix de GAEL para a música Redoma, de borsarini. Tema de post do dia 04/09/2019, traz uma levada ao horror cyberpunk.

9) Par de Olhos – YMA

“só eu e um par de olhos que não sei se vou usar”

Ouvidos para olhar e olhos para ouvir, talvez você precise de seu par de olhos para sentir a faixa-título do álbum de estreia de YMA. Observando a própria existência no campo criativo, foi a música do dia 10/03/2019.

8) Não Aprendo, Estou Vivo – Miopia Não Tem Cura

“eu não aprendi a estar vivo”

Toda a filosofia existencialista sem cura e fim. Música tema do post do dia 05/08/2019, destila todo seu sentimento de forma visceral e imersivo em suas ideias.

7) Fora de Lugar – Bazar Pamplona

“eu canto forte pra tudo ficar bem”

Pode estar tudo fora de lugar mas aqui está Bazar Pamplona. Mesmo com a banda vendendo tudo, sobra ainda canções para cantar forte e (tentar) ficar tudo bem.

6) Carne – Walfredo em Busca da Simbiose

“cada detalhe, de cada detalhe, de cada detalhe”

Em busca de mínimos detalhes, estando sujeito a qualquer coisa, Carne é parte de um todo. É sobre querer aproveitar enquanto e o quanto puder e der.

5) Terra – Papisa

“quanto tempo resta? quero a conta justa”

Sempre estamos no começo do fim. E sabemos quando é realmente o fim? Desse jeito (talvez), Papisa entoa e questiona em versos conversas.

4) Calçada – Bernardo Bauer

“lá não tem nada não mas lá tem tudo, tudo, tudo”

Assim como contei em seu post no dia 20/05/2019, demorei pra entender Calçada. Mas depois que se permite, vem toda a sensação livre, leve e bichana da canção.

3) Idas e Vindas do Amor – Sophia Chablau & Uma Enorme Perda de Tempo

“então melhor sofrer do que ser blasé”

Não, não é uma enorme de tempo ouvir as Idas e Vindas do Amor. Você pode sofrer ou achar blasé, mas a música tema do dia 18/04/2019 é para ouvir já cantando.

2) Santa Mônica – El Toro Fuerte & Raquel Batista

“mas quem não tá sozinho?”

A pergunta que sintetiza a canção já é um bom começo. El Toro Fuerte e Raquel Batista destilam sentimentos sobre imaginar e aceitar em Santa Mônica.

1) A Alegria Dorme no Calor dos Seus Braços – Apeles

“a geração ibuprofeno, refém de um aparelho”

Uma surpresa para mim mas ao mesmo tempo nem tanto. Postada em 02/09/2019, a canção sobre efemeridade, amor & ódio das redes sociais e relações pessoais. Poderia descrever melhor 2019?

Você pode encontrar todas as músicas em uma playlist só no Spotify: